segunda-feira, 8 de março de 2010

Camisas Históricas - Copa do Brasil 2006

A Copa do Brasil 2006 foi a segunda conquista do Flamengo na competição que é considerada o caminho mais curto até a Libertadores. A conquista teve uma enorme importância, pois mudou um panorama péssimo que tomava conta da Gávea nos anos que a precederam. Graças a esse time, o Mengão de voltou ao mais importante torneio do continente, após o fiasco em 2002 e obteve seu primeiro título em âmbito nacional desde 1992.

Após eliminar ASA, ABC, Guarani, Atlético Mineiro e Ipatinga o Flamengo chegou à decisão. o adversário era mais uma vez o maior rival, o Vasco. Mais uma vez o adversário era considerado o favorito, pois eliminara o Fluminense nas semi-finais, enquanto o Flamengo levara a melhor sobre o Ipatinga. Mas com atuações muito superiores às do rival, o rubro-negro fez valer o retrospecto de vitórias contra nosso mais fiel vice. O Fla levou a melhor nos dois jogos, 2x0 com gols de Obina e Luisão no primeiro jogo e 1x0 com Juan na segunda e derradeira partida.

Os jogos ocorreram depois de uma parada para a Copa do Mundo da Alemanha. Graças ao recesso, o técnico Nei Franco, contrato antes da final para substituir Waldemar Lemos, teve tempo para treinar e acertar o time e implementar o esquema 3-5-1. A mudança foi considerada por muitos especialistas como o maior motivo para a facilidade com que derrotou o rival. Isso porque liberou os laterais Léo Moura e Juan para jogarem como alas. Nascia aí a mais vitoriosa dupla de laterais do Flamengo, desde Leandro e Júnior.

Abaixo, a camisa utilizada na grande final, com o número de Obina, o herói das finais:



O template desse manto foi inaugurado em 2005, e fazia parte da coleção "Nike 90". A camisa tinha três tipos diferentes de tecido, um mais macio nas mangas e laterais, um poliéster mais encorpado na frente e nas costas e um dry-fit na parte inferior das costas.

O modelo teve outros layouts: O primeiro, com predomínio da cor preta, ficou muito pouco tempo em uso; logo muitas partes pretas foram coloridas de vermelho; Mais tarde, ao fim do Campeonato Brasileiro de 2005 o Lubrax foi substituído pelo Cartão Petrobrás; e já em 2006 o patrocínio Lubrax voltou à frente, enquanto o Cartão Petrobrás foi para a manga esquerda, e o inédito Petrobrás Podium na direita.

Essa camisa marcaria uma das piores épocas do Flamengo, não fosse o título da Copa do Brasil. O Campeonato Brasileiro de 2005 teve arrancada comandada pelo "Papai"Joel, com 6 vitórias e 3 empates nos últimos 9 jogos e a fuga do "rebaixamento certo". Fora o fracasso na Copa do Brasil de 2005, eliminado pelo Ceará nas oitavas, além dos péssimos Campeonatos Cariocas de 2005 e 2006. Mas ao invés do fracasso, essa camisa ficou marcada pela reação. Foi o manto do resgate à tradição de títulos. Com a vestimenta o Flamengo voltou à Libertadores e viu o nascimento de um time que conquistaria o Penta Tri carioca e o Brasileirão de 2009.

Aqui, os modelos usados em 2005:



4 comentários:

Thiago A. Neves disse...

Gosto dessa camisa, principalmente a 3, preta, bem interessante.

mrobertofilho disse...

Concordo, a camisa preta eh muito show, tinha uma, mais perdi num carnaval fora de epoca :S. Show de bola, faz as de goleiro atuais! :D

Alan disse...

é mesmo a preta fico mto loca!
cara conheço seu trabalho a poco tempo mas ja virei seu fã e fã do seu trabalho,acho mto legal isso!é por isso q eu gostaria mto de ver as de goleiro,se não se emportar gostaria q vc fizesse desde a do ano passado q o nosso mengão foi campeão!
e fosse fazendo as de goleiro atuais,e q sempre q puder ir postando mais camisas de goleiro q tbm merecem ser mostrada. seu trabalho é mto show adora essas camisas!

Felipe Ribeiro de Sousa disse...

Bom konder,passei aqui apenas para admirar seu trabalho.A camisa da Cartão Petrobras ficou muito boa,a foto do cartão na camisa foi muito bem feita,e os detalhe ficaram muito bem feitos,espero que este seu maravilhoso trabalho continue,sou seu fã há muito tempo e sempre vou acompanhar sou trabalho!
Felipe Ribeiro de Sousa do blog Tudo Sobre o Flamengo